Sentir Dominica: Coração na Natureza

Scott Head, DominicaMelanie Martins, Scotts Head, DominicaDominicaMelanie Martins, Morne Trois Pitons National ParkMelanie Martins, Scotts Head, DominicaTrafalgar Falls, Morne Trois Pitons National Park, DominicaMelanie Martins, Botanical Gardens, DominicaDominica, Melanie MartinsMelanie Martins, Trafalgar Falls, Morne Trois Pitons National Park, DominicaTrafalgar Falls, Morne Trois Pitons National Park, DominicaMelanie Martins, Scotts Head, DominicaSoufriere, DominicaMelanie Martins, Trafalgar Falls, Morne Trois Pitons National Park, DominicaMelanie Martins, Scotts Head, DominicaSoufriere, Dominica

Quero começar esta parte II sobre a minha jornada na Dominica com o vídeo acima “Sou Dominica”. Vídeo este que me chegou às mãos graças a um dos meus leitores apaixonado pela Ilha, Anthony. Este vídeo não podia melhor representar a cultura, beleza e personalidade desta maravilhosa terra.

Mas foi quando o Damien da Riot House Production (a casa de produção do video) me deixou um comentário partilhando o mesmo vídeo no meu anterior post que fiquei realmente entusiasmada na ideia do partilhar nesta segunda parte com vocês.

Fiquei extremamente surpreendida pela positiva com este gesto. Por isso, estou duplamente grata por o ter partilhado.  Obrigada Anthony. Obrigada Damien. Se desejares votar para este vídeo ganhar, podes o fazer aqui.

Se viste o meu primeiro post sobre a Dominica (caso contrário, podes vê-lo aqui) provavelmente deu para perceber o quanto impressionada e espantada fiquei com a beleza natural desta ilha.

Infelizmente não fiquei tempo suficiente para visitar o Norte, mas tive a possibilidade de visitar alguns pontos bem interessantes no sul de Roseau, considerados os “Imperdíveis”:

Se tens apenas 24 horas para visitar a Dominica, então aqui estão alguns dos pontos principais que não vais querer perder:

Morne Trois Pitons National Park => Este parque de 17.000 hectares é Património Mundial da UNESCO e é considerado um dos mais importantes pontos de interesse da Dominica. Com várias crateras, lagos e cascatas, incluindo a piscina natural de Esmeralda, este parque é uma autêntica floresta tropical, aliás, estava literalmente a chover unicamente no interior da floresta pois, fora do parque, tínhamos um tempo ensolarado e seco. Durante a nossa visita, paramos na Cascata Trafalgar (como podes ver em acima nas fotos). Admito que não estava propriamente equipada para este lugar húmido.  Por isso, recomendo-te vivamente um estilo mais aventureiro (com cores caqui) tal uns calções, um top e umas sapatilhas 🙂

Os rios das florestas tropicais => Rodeado por falésias e florestas tropicais de ambos os lados, estes rios tendem a ser os mais cumpridos e os mais bonitos da Dominica, podes alugar um caiaque e descer pelo rio abaixo.

Soufriere/Scotts Head => Como mencionei no meu anterior post, estes são das zonas mais cénicas da Dominica, não vais definitivamente querer perder!

Jardim Botânico => Mais como um grande parque, este jardim de 40 hectares está localizado num antigo campo de cana de açúcar, encontramos aves em via de extinção, papagaios, árvores com mais de 100 anos,  flores exóticas e plantas tropicais.

Aventura-te na Dominica => A Paisagem diversificada da Dominica oferece-te inúmeras possibilidades de aventuras ao ar livre, tal nadar em piscinas naturais, relaxar nas águas termais, ou enfrentar de caiaque as descidas dos rios.

Como não tive tempo para experimentar tudo, estas são por agora as minhas recomendações sobre a Dominica. Gostei muito do tempo passado nesta ilha, e espero voltar muito em breve para ser capaz de partilhar com vocês todos os segredos que o Norte tem por desvendar.

Se precisares de um guia turístico podes entrar em contacto com Ijahdan Taurus (E-mail: ijahdan@gmail.com / número de telefone: +17676146941), ele não só é um guia certificado trilingue com uma licenciatura em agricultura, mas também estudou biologia e botânica.

Também é um dos melhores artista local de Reggae da ilha: podes ouvir aqui uma das suas músicas intitulada “Sababa”.

Conhecias a Dominica (a não confundir com a República Dominicana)? O que achaste da cultura, das paisagens, da hospitalidade, etc.? Não te esqueças de nos deixar as tuas recomendações ou comentários, terei todo o gosto em lê-los e responder!

PS: Um especial obrigada às pessoas maravilhosas da Dominica que me deixaram muitas recomendações, conselhos e palavras queridas na Primeira Parte do meu Post.

Beijinhos, Melanie

Creditos
Author: Melanie Martins
Fotografia: Diogo Novo
Video: Damien & Adrien, Riot House Production

You may also like

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *